Keblinger

Keblinger

Ela

Ela Ela pode ser um rosto que nunca esquecerás, um sorriso, uma lágrima, um corpo. Pode ser talvez apenas uma vaga lembrança. Palavras ditas, bilhetes perdidos, asa partida, ou pode ser alguém em quem sempre pensarás... Joana, Maria, Ana, Carolina. Ela pode ser apenas mais uma mulher bela na tua vida ou aquela que em ti tocou fundo ou apenas uma mulher livre vagando pelo teu mundo.
Talvez ela seja uma bênção na tua vida, seja o sol das tuas manhãs, o motivo da tua luta diária e tua recompensa à noite. Talvez ela não seja nada disso... E ainda assim tu a ames. Ela pode ser a música que te embala ou um furacão que te arrasta... Um doce, um veneno, um café amargo, pode ser a mão que fere e dá afago e talvez centenas de coisas diferentes no espaço de um dia.
Ela pode ser uma fada ou uma bruxa, talvez a fome ou a fartura. Pode transformar cada dia em um paraíso, velar teu sono ou te fazer perder o juízo. Talvez ela possa muitas coisas mais. Talvez não possa muito, mas você possa por ela.
Ela pode não ser o que parece ser. Dentro de seu casulo ela traz a solidão e a paixão de todo poeta e mais a ânsia por liberdade que nunca lhe deixa quieta. Ela que sempre parece tão feliz na multidão com seus olhos tão brilhantes e orgulhosos e seus cabelos ao vento, não transparece a ninguém seu interno tormento. Ela pode acordar sorrindo ou beber seu café entre lágrimas. Pode dizer que está tudo bem, mas pode estar fingindo.
Talvez ela seja o amor que sempre durará ou apenas uma paixão passageira. Mas quando ela estiver com você ela será sua. Sua amante, amiga, sua cúmplice e companheira. Ela que sempre dá tanto e pede pouco, pode fazer tudo por você, mas pode cansar, pode aos poucos morrer, querer partir, pode ancorar a dor do mundo a ainda assim te fazer sorrir.
Ela requer paciência. Ela não é uma mulher comum. Se ela estiver na tua vida, fará toda diferença. Ela acolherá seu riso e suas lágrimas e talvez essa seja a razão pela qual você viva. Você cuidará dela nos tempos e nas horas mais difíceis e também levará os sorrisos e as lágrimas dela com você. Porque ela é o sentido da sua vida e por onde ela for você irá.
Talvez você não saiba o que goste tanto nela, se é porque faz pose e é bela ou porque é despreocupada e misteriosa, talvez porque seja meio dissimulada, porque no fundo ela goste de ser mandada, porque ela te faça ver e sentir o mundo de outra maneira ou seja por suas curvas desproporcionalmente belas.
Nada importa, as perguntas ficam sem respostas, você só sabe que a vida é melhor se você estiver com ela. Porque talvez ela seja o modelo de todos os seus sonhos, talvez não e ainda assim você amará ela.

Carolina Salcides

9 comentários:

  1. Oie minha fada amada, fiquei encantada, minha doce amiga, vc é especial!!!parabéns por vc ser quem é, te adoroooo muitooo, bejus coração de mel

    ResponderExcluir
  2. Olha, amiga, uma voz me disse que precisava descobrir o segredo da mulher, a chave do mistério, desvendar o véu de Ísis; a Beatriz de Dante. Considero a palavra "mistério", da maneira antiga, como um conhecimento que ainda não fui iniciado. Aisha, que desceu e se perdeu nas trevas, nos precipícios do Universo, na ânsia de conhecer mais. Viver a vida, é muito parecido com aquele filme "Monster", com Charlize Theron, especialmente na cena em que ela faz uma dissecação da humanidade, classifica os homens a partir de certos comportamentos. Claro que isso não é tudo. Mas é uma pista do que está envolvido nas relações humanas e o que fazemos na vida, nessa vida, e em outras vidas.

    ResponderExcluir
  3. Olá amiguinha linda...
    Obrigada pelo convite e que bom que vim aqui.
    belíssimo seu poema, como sempre, simplesmente encantadoras palavras.
    É sempre ótimo estar em sua companhia, e na presença de teus versos. Parabéns sempre , amiga Ká.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Lindo, inspirado, mágico! É sempre um prazer vir aqui e poder postar um comentário! Seu texto é livre e poético, inspirado e belo... Parabéns!!!


    Beijos Agnescos...

    ResponderExcluir
  5. muuiiiito bacana!
    =D
    adoreii...
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Anônimo9:55 PM

    Carol,


    Qdo li pela primeira vez esse texto, senti que tu tinha rompido com algo e subido um degrau, uma quebra de paradigmas, ou algo assim. Senti evolução.
    Viu o horário de postagem dele?

    bj bj bj R.

    ResponderExcluir
  7. Ka, estou impressionada! É um texto belíssimo, prosa poética da melhor qualidade. Você fala de nós,mulheres, de uma forma encantadora. Quem de nós não quer ser para um homem que amamos essa mulher que você descreveu? E, muito interessante, de certa forma somos alguns pedacinhos disto, aqui e lá. Você fala, ao mesmo tempo, de um ideal feminino e de uma fantasia masculina.
    Adorei o texto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Oi amiga achei incrivel, simplismente parece que tu escreveu esta prosa para mim, te adoro vc é maravilhosa!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Carol,
    "Ela requer paciência. Ela não é uma mulher comum"

    Mulheres!!! que me perdoá as minhas...

    Felicidades

    ResponderExcluir

 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.